Lua Nova, 23 de novembro de 2022

Todos conhecemos o peso de ações incompletas, de recusas repetidas, o peso do desamor ou da perda dos seres que amámos. Desculpem, mas, ouvindo o José Mário Branco na cabeça, não resisto a citar Camões — “Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, / Muda-se o ser, muda-se a confiança; / Todo o mundo é composto de mudança, / Tomando sempre novas qualidades”. A dimensão que habitamos move-se sempre.

E é a resistência às “novas qualidades” da experiência que gera dor. Naturalmente, sentimos apego por aquilo que conhecemos, mesmo que, por vezes, estejamos presos num loop de padrões disfuncionais. Porém, a dor continuada torna-se miséria, uma mágoa miudinha que mói mas não cura, desgasta sem potenciar superação. Chega um momento, pois, em que urge aceitar e atravessar a dor, para escolher cultivar alegria.

Quando atingirá a dor o seu prazo de validade? É um mistério. Cada indivíduo, marcado pelas condicionantes da sua história, terá de avaliar a resposta, e juntar forças para ser agente de renovação. Por vezes, tornamo-nos eternos prisioneiros da tristeza, viúvos de nós mesmos. Outras, arrastamos a mágoa até limites que acabam por quebrar resistências internas, levando-nos a reconfigurar radicalmente a nossa identidade. Entregamos a dor ao mundo, a Deus, e ficamos despidos, prontos a retomar jornada, na confiança inocente de todos os recomeços.

Eis o momento de avançarmos mais inteiros, mais leves. Assim seja. Assim É.

Image Diana V. Almeida. Self portrait chiaroscuro.

::::

Convite — No próximo domingo, entre as 16 e as 18h, vem à palestra vivencial do Escrever o Coração, na Mahatma House (centro de Janas, frente à Aldea Coop). Vou apresentar o Escrever o Coração_7 Escritas de 2023 e propor alguns exercícios de meditação e escrita. Donativo.

Sobre o meu trabalho — Energia / Prática / Criatividade / Caminho / Visão

Energia — No Afinar o Coração trabalho com técnicas de terapia energética, cristais, óleos essenciais, voz e taças tibetanas. Faço também sinergias de óleos essenciais personalizadas. Cura-te!

Prática — Nas aulas de Kundalini Yoga trabalhamos corpo, mente e espírito. Assim, abrimos caminho interno para o divino em nós. Segue-Te!

Criatividade — O Escrever o Coração une técnicas meditativas e de yoga, com estratégias de criatividade, ao encontro de ti mesmo. Escreve-te!

Caminho — No Caminhar no Coração, guiados pela Maria João Ferraz, seguimos em silêncio pela serra. Os nossos passos são pautados por propostas de meditação, yoga e escrita. Vamos caminhar juntos!

Visão— Nos Rituais Fotográficos, usamos o potencial da imagem para reforçar a autoestima. O Retrato Sagrado honra o corpo como veículo da alma, nesta encarnação. O Corpo Vivo: Deusa Grávida celebra o erotismo dos corpos que dão vida. Olha-te!

Para mais informação, viaja no site ou envia-me uma mensagem privada, por favor.

Bem-hajas!

Partilha:
Scroll to Top