Ou vai ou racha

Ou vai ou racha Lua Cheia, 12 agosto 2022 Durante anos tive um sonho recorrente — viajava num autocarro apinhado, e quando se aproximava o meu destino começava a recolher toda a bagagem, enormes malas que mal conseguia arrastar até à porta, entre os corpos cerrados dos restantes passageiros; invariavelmente, acabava por só conseguir baixar …

Ou vai ou racha Ler mais »

Tristeza de verão

No verão aumentam os estados depressivos, por mais estranho que pareça, com tanto sol e estrada aberta. Parece que está toda a gente no Algarve, chupando a cereja do cocktail, à beira da piscina, nas melhores companhias. As redes sociais enchem-se de sorrisos, rasgando o bronzeado perfeito. Os relacionamentos nunca estiveram melhor, sem sombra de …

Tristeza de verão Ler mais »

Reparando muros

Lua Nova, 29 junho 2022 Robert Frost (1874-1963), cuja aparente simplicidade tem vindo a ser debatida, escreveu um poema sobre o encontro de uma linha de comunicação que passa por reconstruir o muro que separa a sua propriedade dos pinhais do vizinho. Contrariando uma força misteriosa (quem sabe os elfos, brinca o poeta) que se …

Reparando muros Ler mais »

O sorriso interno

Lua Cheia, 14 junho 2022 O querido Thích Nhất Hạn, que me salvou a vida muitas vezes com as suas palavras, ensina uma meditação que pauta os dias dos noviços nos mosteiros budistas, recordando-os de ancorar o corpo na consciência da respiração, cultivando um espírito tranquilo. Para acompanhar o ciclo respiratório repetimos um mantra — …

O sorriso interno Ler mais »

Scroll to Top