Lua Cheia (eclipse total), 8 novembro 2022

Adoro dançar. É bom dançar em casa. Melhor ainda é dançar em festa, partilhando alegria, inspirada nos ritmos que se animam. É bom parar, escutar a corrida do sangue quando entrego assim o corpo à música.

Ora há dias, numa pausa, contemplava eu a beleza revolta dos bailarinos na sala, quando tive uma revelação. Num súbito relance harmonioso, compreendi com todas as células ser eu mesma a consciência maior, mais completa, da minha história, nesta vida.

E recordei tentativas frustres de buscar fora de mim referência, esperando que alguém fosse igual testemunha e mais alto juiz da minha viagem. Em segundos, acedi ao fio de consciência que me une desde o início. Senti que, mesmo durante a infância, esta capacidade de discernimento sempre conferiu coerência ao meu Ser. Melhor, este olhar interno é, na verdade, o meu Ser.

Sabia tudo isto, claro. Talvez até já tivesse tido semelhante epifania, ao longo do tempo. A mensagem reiterada, porém, é a inabalável certeza de ser eu a máxima responsável por mim mesma, em conexão com este espaço-tempo interno.

É urgente assumir tal compromisso, escolher a dedicação e lealdade a nós mesmos, largando o peso do “tenho de” pela escolha do “quero”. Até que a morte nos separe, existimos no corpo, veículo em constante mutação, manifestação da nossa alma ao longo desta encarnação. Possa este diálogo refinar-se mais e mais, em devoção e delícia.

Image Diana. V. Almeida. Street Art, Cascais, June 2018.

::::

Sobre o meu trabalho — Energia / Prática / Criatividade / Caminho / Visão

Energia — No Afinar o Coração trabalho com técnicas de terapia energética, cristais, óleos essenciais, voz e taças tibetanas. Faço também sinergias de óleos essenciais personalizadas. Cura-te!

Prática — Nas aulas de Kundalini Yoga trabalhamos corpo, mente e espírito. Assim, abrimos caminho interno para o divino em nós. Segue-Te!

Criatividade — O Escrever o Coração une técnicas meditativas e de yoga, com estratégias de criatividade, ao encontro de ti mesmo. Escreve-te!

Caminho — No Caminhar no Coração, guiados pela Maria João Ferraz, seguimos em silêncio pela serra. Os nossos passos são pautados por propostas de meditação, yoga e escrita. Vamos caminhar juntos!

Visão— Nos Rituais Fotográficos, usamos o potencial da imagem para reforçar a autoestima. O Retrato Sagrado honra o corpo como veículo da alma, nesta encarnação. O Corpo Vivo: Deusa Grávida celebra o erotismo dos corpos que dão vida. Olha-te!

Para mais informação, viaja no site ou envia-me uma mensagem privada, por favor.

Bem-hajas!

Partilha:
Scroll to Top